Boston Celtics: time faz jogos que parece não ser candidato ao título da NBA

Time de Massachusetts perde em jogos completamente irreconhecíveis

Boston Celtics título NBA Fonte: Reprodução / X

Nos últimos anos, poucos campeões pareceram tão dominantes em alguns jogos e, ao mesmo tempo, completamente dominados em outros. Até o momento, o Boston Celtics mostrou ser um real candidato ao título da NBA durante toda a campanha e até nos playoffs, mas não em todas partidas. E é o que mais incomoda o torcedor, por mais que ele diga que não.

Enquanto outros campeões também tiveram noites difíceis, Boston perdeu outra em casa. Na primeira rodada, um enfraquecido Miami Heat venceu o Celtics com um grande volume nas bolas de três em Massachusetts. Diante do Cleveland Cavaliers, que possui muitos problemas ofensivos, outra derrota.

Apesar de o Boston Celtics ser o amplo favorito na série e, eventualmente ao título da NBA, o time não passa segurança em alguns momentos. De acordo com a ESPN, o Celtics tinha um handicap nas casas de apostas de 12.5 pontos. Então, a derrota por 118 a 94 foi a pior desde 1991 para uma equipe com tanta diferença.

Publicidade

De novo, o Celtics, pela campanha que teve, deveria varrer o Heat e, talvez, o Cavaliers. Mas por que?

Bem, estamos falando de qualidade de elenco, certo? De um histórico de toda a temporada regular, de tudo o que aconteceu até aqui nos playoffs. Então, se o Cavs não tem um dos melhores defensores da NBA em quadra (Jarrett Allen), a diferença fica ainda maior.

Publicidade

Leia mais

Sim, o Celtics é um candidato ao título e isso não mudou. Ainda.

Mas o fato de parecer um bando contra um time que estava mais preparado deixa aquele ponto de interrogação de novo. Apesar de Boston conseguir fazer ajustes a partir do terceiro jogo contra o Heat, sinais voltaram a aparecer contra o Cavs.

Outra vez, o Celtics perdeu quando o outro time foi melhor nos arremessos de três, mas como aconteceu?

Publicidade

Bem, no primeiro tempo, o Cavaliers atacou perto da cesta para pontuar, o que fez com grande sucesso. Caris LeVert e Evan Mobley atacaram o garrafão de Boston no quarto inicial, enquanto o Celtics teve muitos problemas no perímetro após o intervalo.

O que era ruim até o primeiro tempo, tornou-se terrível no segundo. O Celtics continuou forçando (e errando) os arremessos de longa distância. Apenas dois acertos em 16 tentativas. Então, voltamos a reforçar algo que foi repetido em diversos lugares: o Cavs sabe defender. Mas mais que isso, mesmo sabendo que a bola de três não estava caindo, o time seguiu arriscando.

Publicidade

Então, lembramos que Darius Garland teve momentos ruins na série contra o Orlando Magic, mas acertou acima de 40% do perímetro. Na segunda partida diante do Celtics, ele converteu quatro das cinco tentativas. Enquanto isso, Donovan Mitchell produziu 29 pontos (cinco cestas de três pontos).

Boston Celtics busca seu 18° título na NBA, mas…

Em uma série de sete jogos, é difícil superar um ataque e uma defesa tão forte quanto a do Celtics. Eventualmente, vai perder quando a bola de três não cair. Mas e se o raio cair outras vezes no mesmo lugar?

Publicidade

Sim, Boston pode ser superado caso encontre uma defesa forte, sufocante, o que pode nem ser o caso do Cleveland Cavaliers (e se você pensou em Minnesota Timberwolves ou Denver Nuggets, acertou). O Cavs defende bem e ataca apenas de forma regular. Não chega a ser assustador, mas o que o time de Ohio fez na segunda partida foi exemplar.

Ao invés de concentrar seu ataque apenas em Donovan Mitchell e perder (aconteceu no jogo 6 contra o Magic), o astro tratou de envolver mais seus colegas. Aí, sim, foi um problema para Boston. Porque se você sabe que só um vai atacar, é mais fácil cobrir o resto do elenco, fazendo uma forte cobertura, do que gastar suas energias (e faltas) em cima de um jogador só.

Publicidade

E quando Mitchell não arremessa todas as bolas, isso faz com que as coberturas tenham uma leitura errada das jogadas.

No fim de tudo, o Celtics tem mais time, tem mais capacidade de pontuar. Derrick White não foi bem, então Jayson Tatum e Jaylen Brown tiveram de atacar mais. Mas (de novo) como a defesa de Cleveland é forte, os dois combinaram para 14 em 34. Ou seja, 41.2%. E se você incluir White, o aproveitamento cai para 37.8%.

Publicidade

Não tem como vencer assim, com os três principais cestinhas arremessando mal.

Agora, a série vai para Cleveland.

Confiança?

Bem, sim. Foram duas derrotas ruins nos playoffs, mas as vitórias foram todas por larga vantagem. Parece “acidente de percurso” contra o Heat, mas diante do Cavs, o papo pode ser diferente. E se Jarrett Allen estiver em quadra nas próximas partidas, a situação não ajuda ao time de Massachusetts.

Publicidade

Detalhe: sem Allen, Cleveland venceu a briga pelos rebotes no segundo jogo por 44 a 31.

Mas ainda existem alguns problemas na equipe. Jrue Holiday, por exemplo, não vem bem no ataque, com 36.1% de aproveitamento nos arremessos gerais. Jayson Tatum acertou apenas 40.7% e 26.8% do perímetro. E ainda tem a ausência de Kristaps Porzingis.

Publicidade

Ou seja, o Celtics precisa vencer o terceiro jogo da série para retomar sua confiança. Caso contrário, a pressão só vai aumentar em cima de Holiday e Tatum.

Assine o canal Jumper Brasil no Youtube

Todas as informações da NBA estão no canal Jumper Brasil. Análises, estatísticas e dicas. Inscreva-se, mas dê o seu like e ative as notificações para não perder nada do nosso conteúdo.

Publicidade

E quer saber tudo o que acontece na melhor liga de basquete do mundo? Portanto, ative as notificações no canto direito de sua tela e não perca nada.

Então, siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA

Últimas Notícias

Comentários